Para custar menos, traçado do metrô deve ir só até o Triângulo

 

metro6metro1

 

metro5

 

metro3

 

metro4

 

Capa do Metro de hoje, 6 de junho de 2013:

capa-metro-05-06-2013



Categorias:Metro Linha 2

Tags:, ,

85 respostas

  1. Revivendo notícias de um passado recente.
    .
    17 de fevereiro de 2009
    .
    Manchete: Trensurb apresenta traçado e investimentos necessários para construção da linha da copa.
    .
    Início do texto: Para viabilizar a Linha da Copa, Trensurb prevê a construção de 20,7 quilômetros, em vez dos 13,2 anteriormente projetados, com investimentos de R$ 3 bilhões de reais. A constituição de uma Parceria Público-Privada (PPP) é uma das soluções admitidas pela direção da empresa., que quer iniciar a obra n a no que vem.
    Para viabilizar a Linha da Copa, Trensurb prevê a construção de 20,7 quilômetros, em vez dos 13,2 anteriormente projetados, com investimentos de R$ 3 bilhões de reais. A constituição de uma Parceria Público-Privada (PPP) é uma das soluções admitidas pela direção da empresa., que quer iniciar a obra n a no que vem.
    …..
    …..
    .
    .
    .

    10 de Outubro de 2011 (Blog do Fortunati)
    .
    Manchete: PORTO ALEGRE CONQUISTA METRÔ
    .
    Início da fala do senhor prefeito.
    .
    “Quando o Rio Grande do Sul se une, as coisas acontecem”. Com essa afirmação, o prefeito José Fortunati sintetizou a mobilização construída pela prefeitura, em parceria com o governo do Estado e o governo federal, para conquistar os recursos necessários ao projeto do Metrô de Porto Alegre. A obra foi confirmada hoje, 14, pela presidente Dilma Rousseff. Em cerimônia no Palácio Piratini, com presenças de ministros, deputados e secretários, Dilma anunciou a inclusão da obra no PAC Mobilidade Grandes Cidades, garantindo R$ 1 bilhão em recursos da União para o projeto, que tem orçamento total de R$ 2,4 bilhões
    …..
    …..
    .
    .
    .

    10 de Setembro de 2012 (Terra)
    .
    Manchete: Fortunati: metrô de Porto Alegre será ‘exemplo no mundo’
    .
    Início da reportagem: Um evento realizado na prefeitura de Porto Alegre na tarde desta segunda-feira abriu o processo para que as empresas concorrentes à licitação do metrô da capital manifestem interesse. O prefeito José Fortunati, candidato à reeleição pelo PDT, participou do evento, fixou datas e, entusiasmado com a evolução do projeto, declarou que o metrô, de modelo leve, será um “exemplo no mundo”.
    …..
    …..
    .
    .
    A Internet é fantástica, permite se olhar no passado.
    .
    Vocês ainda acreditam em papai-noel?
    .

    Curtir

    • Resumo da ópera:
      Há quatro anos e meio o Trensurb ia começar o metrô em 2010, há dois anos o Rio Grande se uniu e ganhamos 1 bilhão para fazer uma obra de 2,4 bilhões e realmente só a última notícia é correta.
      O metrô de Porto Alegre será um exemplo para o mundo (palavras sábias do Fortunati!).

      Curtir

  2. .
    O que começa torto, continua torto!
    .
    Se a prefeitura tivesse gasto 2 anos só para definir corretamente o traçado, a interligação com outros modais, o tipo de construção….. ou seja, tivesse feito um estudo de viabilidade da forma correta e um anteprojeto, em seis meses estaríamos no início da obra, o problema é que a cada seis meses que passa se anda 6 para frente e 3 para trás. O que se tem feito até agora são muitas apresentações em power point, muitos renders e pouco projeto. Projeto é algo bem mais complexo do que isto e até hoje não vi nada de substantivo.
    .
    Pelo andar das carruagens o assunto metrô ficará para o próximo prefeito!
    .
    O Fortunati e sua turma são experts em improvisação e de fazer os projetos durante a construção da obra, entretanto metrô devido a sua complexidade e custo não admite improvisações.

    Curtir

  3. Outra alternativa, que reduziria o custo da obra, seria fazer conexão com a estação São Pedro da Trensurb que é uma estação de muito pouca demanda. Talvez até fazer um desvio da linha 2 com a linha 1 não sendo necessário baldeação. Com esta solução reduziria ainda mais o número de estações.

    Curtir

  4. Eu acho que deveria se criar uma comissão pela utilização da linha do Trensurb entre São Pedro e Mercado para o Metrô. É só assim que funcionam as coisas em POA.
    É a solução óbvia, barata, resolve um problema que será pra sempre (Assis Brasil sobrecarregada) e melhoraria nosso transporte ferroviário. Entre as 2 pistas da Castelo Branco já existe uma parte da Via Férrea esperando a duplicação.
    1 bilhão na Estação Subterrânea na Rua da Praia? É um absurdo. Já temos uma estação na frente do Mercado com espaço para a duplicação. Faz a Estação Rodoviária com 2 plataformas e pronto. Da São Pedro em diante faz o trecho subterrâneo como o planejado.
    Isso dá menos da metade do preço de qq traçado que queiram fazer com essa linha estúpida e mal planejada que estão nos empurrando.

    Curtir

    • Boa Minossi, bem por aí. E tem outra coisa: temos que lembrar que a obra cut-and-cover na Assis Brasil vai atrapalhar bastante o deslocamento dos passageiros que vêm de cidades como Cachoeirinha, Gravataí e Alvorada. Para isso, acho que uma solução relativamente barata seria construir um ramal, em superfície, paralelo à FreeWay, partindo da estação Anchieta do Trensurb em direção a Fiergs, passando por toda aquela área desocupada. Lá na Fiergs já poderíamos ter uma estação intermodal.

      Uma estratégia dessas, além de desafogar a demanda da via onde o metrô vai ser (Assis Brasil), nos permitiria atender uma boa parte dos usuários imediatamente, adiantando receitas. Como bônus, já teríamos um trilho prontinho para eventualmente se espichar uma linha interurbana rumo às praias.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: