Governo atualiza lista de preparativos da Copa e desiste de 14 obras

O Ministério do Esporte atualizou nesta segunda-feira a Matriz de Responsabilidades da Copa do Mundo de 2014, lista de todas as obras e investimentos em curso para o Mundial de 2014. Na atualização, foram excluídas 14 obras de mobilidade urbana, portos ou aeroportos. Todas elas custariam juntas R$ 1,212 bilhão. A exclusão aponta que essas obras não ficarão prontas para o torneio da Fifa.

Porto Alegre foi a cidade-sede que mais desistiu de entregar projetos para a Copa. Dez obras de mobilidade urbana prometidas para o Mundial de 2014 foram excluídas da Matriz de Responsabilidades, todas as previstas para a cidade. A exclusão, segundo o Ministério do Esporte, foi uma solicitação doa Prefeitura de Porto Alegre, responsável pelos projetos.

A obra do corredor Via 710, de Belo Horizonte, também foi excluída da lista de preparativos a pedido da prefeitura local, assim como a reforma do corredor Cândido Abreu, em Curitiba.

A nova versão da Matriz de Responsabilidades da Copa também não considera que reforma do aeroporto de Recife ficará pronto para o Mundial. O projeto de melhorias para o Porto do Rio de Janeiro também foi excluído na lista oficial de projetos da Copa após diversos atrasos no seu cronograma.

De acordo com o Ministério do Esporte, todos os investimentos que estão sendo feitos para a Copa do Mundo somam 25,5 bilhões. Esse valor é R$ 2,6 bilhões menor do que a previsão de investimentos divulgada em junho pelo secretário-executivo do ministério, Luis Fernandes. A redução deveu-se em parte pela desistência dos projetos.

Quando o governo lançou seu plano de investimentos para a Copa do Mundo de 2014, havia a expectativa que R$ 33 bilhões fossem aplicados para a realização do torneio. A menos de 200 dias do início do Mundial, o valor dos projetos está R$ 7,5 bilhões abaixo da meta.

As obras canceladas em Porto Alegre foram:

Corredor Avenida Tronco Porto Alegre R$ 156 milhões
Corredor 3ª Perimetral Porto Alegre R$ 194,1 milhões
Corredor Padre Cacique / Av. Beira Rio (Av. Edvaldo Pereira Paiva Porto Alegre R$ 144,3 milhões
Monitoramento dos 3 Corredores Porto Alegre R$ 14,4 milhões
BRT Protásio Alves e Terminal Manoel Elias Porto Alegre R$ 77,9 milhões
BRT João Pessoa e Terminal Azenha Porto Alegre R$ 64,5 milhões
Corredor Rua Voluntários da Pátria e Estação São Pedro Porto Alegre R$ 95,3 milhões
Prolongamento da Avenida Severo Dullius Porto Alegre R$ 83 milhões
Complexo da Rodoviária Porto Alegre R$ 31,5 milhões
BRT Avenida Bento Gonçalves e Terminal Antônio Carvalho Porto Alegre R$ 52,7 milhões

Fonte: UOL

Observem o parágrafo grifado. O cancelamento/adiamento dessas obras foi a pedido da nossa própria prefeitura. A prefeitura que corre para tocar obras que praticamente só beneficiam o veículo particular é a mesma que opta por adiar obras importantíssimas de transporte público. Parabéns a todos os envolvidos.



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito, Obras da Copa 2014

Tags:, , ,

61 respostas

  1. O Ministério Público deveria entrar ne jogada para cobrar este esbulho eleitoral que a população foi lesada nas últimas eleições. Guardem os nomes para exacrá -los para sempre…

    Curtir

  2. Tudo reflexo da falta de planejamento por parte da Pref. Mun. POA, em que apostou todas as fichas para iludir o cidadão com obras, tudo com atraso para coincidir com o pleito municipal, passado o período eleitoral como fica agora, porque certas obras que nada tem a ver com a Copa do Mundo continuam, seria as obras em bairros nobres.

    Enfim, um caos total e uma falta de responsabilidade por parte dos Agentes Públicos da Pref. Mun. POA, aliás dispõe de recursos públicos e não realizaram em tempo hábil.

    A Agora José, o que fazer, o que dizer para os cidadãos desta cidade, que se explodam e Viva a Copa do Mundo.

    Curtir

  3. Tudo na vida é uma questão de ”VEJA BEM”…

    As 14 obras canceladas seriam executadas para atender a copa do mundo, mas em paralelo com essas obras existem outras como o túnel da ceará, e da Anita e muitas outras que estão em andamento (lento mas andando)…

    Dai fica a dúvida, porque as obras da copa foram paralisadas e outras obras (que não tem haver com a copa) continuam?

    Será que existe obras mais importantes que a da copa? Ou será que pra algumas há verbas e para outras não?

    Curtir

    • As obras da Anita e Ceará fazem parte da lista. É o item “Corredor 3ª Perimetral”, que inclui 5 obras: Ceará, Cristóvão, Plínio, Anita e Bento.

      Curtir

      • Ok… quer dizer então que ao passar pela Carlos Gomes e Ceará terei que ver todos os dias aquelas ruas adjacentes bloqueadas cheias de sinalizadores de obra sem ninguém trabalhando e ainda atrapalhando o trânsito? que absurdo… Começou então termina, porque paralisar fira um caos…

        Curtir

        • Não disseram que as obras vão parar. Simplesmente não vão ficar prontas pra copa, o que qualquer pessoa com 2 neurônios já sabia há tempos, conhecendo o histórico de velocidade de obras por aqui, e vendo que obras como a da Cristóvão e Plínio nem começaram. Começaram todas as obras tarde demais. POA já sabe que será cidade-sede desde 2007. Incompetência pura esperar 2013, véspera da copa, pra começar tudo.

          Curtir

  4. Resumindo, teremos apenas o Estádio Beira Rio e as Avenidas Edvaldo Pereira Paiva e Padre Cacique para a Copa.

    Curtir

  5. Mas gente, até um símio sabe que com tantas obras no mesmo momento alguma coisa poderia atrasar, ou tem gente que aqui ainda acredita vivemos em Dhubai, Abu dhabi, ou outro pais, onde lá sim as obras monumentais saem antres do tempo. Pelo pouco que sei as obras de Porto Alegre pegaram carona com a COPA, mas infelizmente o próprio governo federal tambem não contribuiu com sua parte, prometendo verbas e não entregando. Prefeitura não tem como fazer tudo sozinha. Soma tudo: Prefeitura com má planejamento e usando obras pra alavancar campanha, empreiteiras interessadas no negócio e desinteressadas no tempo e como vão acabar, e governo estadual omisso… só podeia dar M###@.

    Curtir

  6. Mas pelo que entendi, essas obras não param, simplesmente elas não ficarão prontas pra COPA. Pois tirando as mesmas da Matriz de Responsabilidade, elimina a possibilidade da Prefeitura ter de entregar as obras até a Copa, pouco mais de seis meses. Não lembro de ter lido em nenhum lugar que as obras seriam PARADAS definitivamente. Não sou fã da prefeitura, mas sejamos justos. O Próprio prefeito falou que os BRTs ficariam prontos para 2015.

    Curtir

    • É exatamente isso Luis. Não vão ser paralizadas.

      Curtir

    • ou seja, foram desenterradas varios projetos pela prefeitura (alem daqueles doados pelo sinduscon) com a justificativa da Copa e agora sabe-se que nenhum deles ficará pronto para a Copa. Será que eles tinham medo de fazer um planejamento de verdade e ter que rever muitos deles? Curiosamente os mais polêmicos estão indo para a frente a toque de caixa, deixando os consensuais para mais adiante.

      Curtir

    • Exato, Luis, mas quem se importa com a notícia diz, o que vale é a interpretação (política) dela.

      Curtir

      • PoA é a cidade q mais vai deixar de entregar as obras de mobilidade da copa. Vai me dizer que isso não é política? Tá loco?

        Curtir

        • Mas todo mundo sabia desde o ínício que essas obras não eram da Copa, só pegaram carona nos financiamentos liberados para a Copa. Por que agora a Copa é tão importante?

          Curtir

        • Porto Alegre é a pior das cidades, é a que mais vai atrasar, é a que mais prometeu e não vai entregar qdo disse que ia. Até aqui no blog, a galera estava de saco cheio porque tudo que era obra era “obra da copa”. É simples assim! Se isso não é incompetência e se isso não tem graves efeitos políticos eu não sei o que dizer…

          É uma simples questão de prioridade!

          Não é casualidade as únicas obras que ficarão prontas não tem nada a ver com transporte coletivo.

          Não é causalidade as obras adiadas serem relacionadas a transporte coletivo.

          Não é casualidade os protestos no Brasil pela transporte coletivo estourarem primeiro em Porto Alegre.

          Não é casualidade o desleixo e demora nas ciclovias.

          Não é casualidade a tentativa de aleijar o Plano Cicloviário.

          Se isso não é politicagem pode e suja em detrimento de empreiteiras e máfia da ATP / EPTC eu não sei o que dizer…

          Curtir

  7. “Porto Alegre foi a cidade-sede que mais desistiu de entregar projetos para a Copa. Dez obras de mobilidade urbana prometidas para o Mundial de 2014 foram excluídas da Matriz de Responsabilidades, todas as previstas para a cidade” Parabéns para todos nós, só que não. Ta aí a explicação do porque hoje somos uma das capitais mais atrasadas do país.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: