Governo atualiza lista de preparativos da Copa e desiste de 14 obras

O Ministério do Esporte atualizou nesta segunda-feira a Matriz de Responsabilidades da Copa do Mundo de 2014, lista de todas as obras e investimentos em curso para o Mundial de 2014. Na atualização, foram excluídas 14 obras de mobilidade urbana, portos ou aeroportos. Todas elas custariam juntas R$ 1,212 bilhão. A exclusão aponta que essas obras não ficarão prontas para o torneio da Fifa.

Porto Alegre foi a cidade-sede que mais desistiu de entregar projetos para a Copa. Dez obras de mobilidade urbana prometidas para o Mundial de 2014 foram excluídas da Matriz de Responsabilidades, todas as previstas para a cidade. A exclusão, segundo o Ministério do Esporte, foi uma solicitação doa Prefeitura de Porto Alegre, responsável pelos projetos.

A obra do corredor Via 710, de Belo Horizonte, também foi excluída da lista de preparativos a pedido da prefeitura local, assim como a reforma do corredor Cândido Abreu, em Curitiba.

A nova versão da Matriz de Responsabilidades da Copa também não considera que reforma do aeroporto de Recife ficará pronto para o Mundial. O projeto de melhorias para o Porto do Rio de Janeiro também foi excluído na lista oficial de projetos da Copa após diversos atrasos no seu cronograma.

De acordo com o Ministério do Esporte, todos os investimentos que estão sendo feitos para a Copa do Mundo somam 25,5 bilhões. Esse valor é R$ 2,6 bilhões menor do que a previsão de investimentos divulgada em junho pelo secretário-executivo do ministério, Luis Fernandes. A redução deveu-se em parte pela desistência dos projetos.

Quando o governo lançou seu plano de investimentos para a Copa do Mundo de 2014, havia a expectativa que R$ 33 bilhões fossem aplicados para a realização do torneio. A menos de 200 dias do início do Mundial, o valor dos projetos está R$ 7,5 bilhões abaixo da meta.

As obras canceladas em Porto Alegre foram:

Corredor Avenida Tronco Porto Alegre R$ 156 milhões
Corredor 3ª Perimetral Porto Alegre R$ 194,1 milhões
Corredor Padre Cacique / Av. Beira Rio (Av. Edvaldo Pereira Paiva Porto Alegre R$ 144,3 milhões
Monitoramento dos 3 Corredores Porto Alegre R$ 14,4 milhões
BRT Protásio Alves e Terminal Manoel Elias Porto Alegre R$ 77,9 milhões
BRT João Pessoa e Terminal Azenha Porto Alegre R$ 64,5 milhões
Corredor Rua Voluntários da Pátria e Estação São Pedro Porto Alegre R$ 95,3 milhões
Prolongamento da Avenida Severo Dullius Porto Alegre R$ 83 milhões
Complexo da Rodoviária Porto Alegre R$ 31,5 milhões
BRT Avenida Bento Gonçalves e Terminal Antônio Carvalho Porto Alegre R$ 52,7 milhões

Fonte: UOL

Observem o parágrafo grifado. O cancelamento/adiamento dessas obras foi a pedido da nossa própria prefeitura. A prefeitura que corre para tocar obras que praticamente só beneficiam o veículo particular é a mesma que opta por adiar obras importantíssimas de transporte público. Parabéns a todos os envolvidos.



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito, Obras da Copa 2014

Tags:, , ,

61 respostas

  1. O Ministério Público deveria entrar ne jogada para cobrar este esbulho eleitoral que a população foi lesada nas últimas eleições. Guardem os nomes para exacrá -los para sempre…

    Curtir

  2. Tudo reflexo da falta de planejamento por parte da Pref. Mun. POA, em que apostou todas as fichas para iludir o cidadão com obras, tudo com atraso para coincidir com o pleito municipal, passado o período eleitoral como fica agora, porque certas obras que nada tem a ver com a Copa do Mundo continuam, seria as obras em bairros nobres.

    Enfim, um caos total e uma falta de responsabilidade por parte dos Agentes Públicos da Pref. Mun. POA, aliás dispõe de recursos públicos e não realizaram em tempo hábil.

    A Agora José, o que fazer, o que dizer para os cidadãos desta cidade, que se explodam e Viva a Copa do Mundo.

    Curtir

  3. Tudo na vida é uma questão de ”VEJA BEM”…

    As 14 obras canceladas seriam executadas para atender a copa do mundo, mas em paralelo com essas obras existem outras como o túnel da ceará, e da Anita e muitas outras que estão em andamento (lento mas andando)…

    Dai fica a dúvida, porque as obras da copa foram paralisadas e outras obras (que não tem haver com a copa) continuam?

    Será que existe obras mais importantes que a da copa? Ou será que pra algumas há verbas e para outras não?

    Curtir

    • As obras da Anita e Ceará fazem parte da lista. É o item “Corredor 3ª Perimetral”, que inclui 5 obras: Ceará, Cristóvão, Plínio, Anita e Bento.

      Curtir

      • Ok… quer dizer então que ao passar pela Carlos Gomes e Ceará terei que ver todos os dias aquelas ruas adjacentes bloqueadas cheias de sinalizadores de obra sem ninguém trabalhando e ainda atrapalhando o trânsito? que absurdo… Começou então termina, porque paralisar fira um caos…

        Curtir

        • Não disseram que as obras vão parar. Simplesmente não vão ficar prontas pra copa, o que qualquer pessoa com 2 neurônios já sabia há tempos, conhecendo o histórico de velocidade de obras por aqui, e vendo que obras como a da Cristóvão e Plínio nem começaram. Começaram todas as obras tarde demais. POA já sabe que será cidade-sede desde 2007. Incompetência pura esperar 2013, véspera da copa, pra começar tudo.

          Curtir

%d blogueiros gostam disto: