Os “do contra”, pessoas retrógradas, fazem ato contra o projeto de revitalização do Cais Mauá

Promovido por diversos coletivos e movimentos de Porto Alegre, acontece neste sábado, a partir das 15h, um ato político-cultural que pretende pautar questões como a gentrificação do Centro da cidade, a especulação imobiliária e a privatização dos espaços públicos, como é o caso do Cais Mauá, recém entregue por 25 anos a um consórcio internacional.

Para ver toda a matéria, clique aqui.

Lamentável, é só o que tenho a dizer !!!!



Categorias:Projeto de Revitalização do Cais Mauá

Tags:

61 respostas

  1. O mais triste é que eu ja esperava isso. Não é surpresa nenhuma, apenas espero que essa minoria barulhenta não atrapalhe, novamente, os interesses da maioria da população.

    Curtir

  2. Vivemos uma democracia, portanto é direito de todo e qualquer cidadão protestar. Ideias não são metais que se fundem, e por isso devemos respeitar o ponto de vista deles! Este blog é muito tendencioso e imparcial!

    Curtir

  3. Nem tenho muito o que comentar, não quero tomar ban do blog de novo.
    haha

    Mas lembro que alguem comentou meio que tirando uma onda, perguntando se alguem ainda acreditava que eram esses grupos que atrasavam Porto Alegre.

    Ta ai a resposta.

    Curtir

  4. O próximo trabalho do governador deve ser uma viagem ao Amazonas para fechar um acordo em que enviaremos todos esses para viverem tranquilamente no meio da floresta, livres desses abusos capitalistas.

    Curtir

  5. Esses vagabundos não pensam que o cais vai gerar centenas de empregos, quiçá mais.
    Acham que maconha, alegria e natureza alimentam. Enquanto os cabeças dessa turma se beneficiam com interesses políticos por trás da “pureza nenhum de nós paz e amor flores na cabeça”. Até os hippies de SF são mais pra frente que essa turma.

    Curtir

  6. não tem o que temer, ignorância nao tem voz! projeto da orla, agora só vaaai

    Curtir

  7. Que tal propor outras pautas para discussão pela tchurma, como a falta de segurança e degradação do centro de Poa; o abandono de espaços públicos, por impossibilidade de investimentos do governo e a ojeriza sistemática a investimentos privados, e a desvalorização imobiliária (urbanística e social) que isso causa; sem esquecer dos reflexos positivos que empreendimentos do porte do que está sendo feito no Cais da Mauá pode trazer para toda uma região da cidade.

    Curtir

  8. por que não vão protestar na orla da zona sul que esta privatizada, ou nas ilhas, ah lembrei tem um figurão destes partidos que mora numa mansão numa ilha…

    Curtir

  9. Enquanto estas minorias tiverem o comando, o Rio Grande do Sul só descerá a ladeira ao obscurantismo e ao atraso. Tem que acabar o ódio no Rio Grande do Sul…

    Curtir

  10. Quem reclama não faz nada.
    O Cais está abandonado e sem uso a anos, aí querem melhorar e vem esses grupos de “inúteis” a sociedade…
    As vezes falta um poder supremo para colocar ORDEM nas coisas…

    Esses grupos teriam que viver na África no meio dos animais e natureza, assim poderiam ser mais felizes..

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: