Governo aprova proposta de estacionamento no entorno do Beira-Rio

Vistoria da Prefeitura nesta quarta irá definir as primeiras providências de compactação do entulho

Área de estacionamento será dividida em três etapas  Crédito: Ricardo Giusti

Área de estacionamento será dividida em três etapas
Crédito: Ricardo Giusti

O Ministério dos Esportes aprovou nesta terça-feira o projeto apresentado pela Prefeitura de Porto Alegre para viabilizar o estacionamento no entorno do estádio Beira-Rio. A Prefeitura encaminhou na semana passada ao ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, correspondência informando que a área referente à montagem das estruturas temporárias está em fase final de conclusão e solicitando que o projeto destinado à área de estacionamento de 1.400 vagas seja separado em três etapas.

“O objetivo era executar o projeto original, mais adequado. Diante do impasse envolvendo os responsáveis pelo entulho das obras do estádio, buscamos a melhor alternativa para solucionar a questão e viabilizar as 900 vagas naquela área, garantindo espaço para as pessoas com deficiência”, afirmou Fortunati. Nesta quarta-feira, às 10h, o secretário municipal de Gestão, Urbano Schmitt, fará vistoria no local que receberá o estacionamento para definir as primeiras providências de compactação do entulho e preparação da base, acompanhado do coordenador da Comissão Especial de Obras e Patrimônio do Internacional, Emidio Ferreira.

A proposta

Pelo novo projeto, a instalação da área de estacionamento de 1.400 vagas será dividida em três etapas. De acordo com Schmitt, a primeira etapa é referente ao pavimento das estruturas temporárias da Fifa, que está praticamente pronta. A segunda etapa refere-se ao pavimento destinado à Fifa, onde, das 1.400 vagas previstas, serão disponibilizadas 500 vagas, sendo que o local já está liberado pela prefeitura para pavimentação. Quanto à terceira etapa, serão disponibilizadas mais 900 vagas (área da prefeitura onde estão os resíduos da reforma do estádio Beira-Rio). As 100 vagas reservadas a pessoas com necessidades especiais estão incluídas nesse espaço.

O entrave para avanço da instalação do estacionamento envolve os resíduos de construção da obra de reforma do estádio Beira-Rio. Como a retirada não aconteceu, a prefeitura propôs alternativa para permanência dos resíduos, mediante o estabelecimento de uma área em platô, adjacente ao remanescente do estacionamento, o qual se encontra em execução.

A estratégia de execução do estacionamento no prazo para Copa 2014, visando ao atendimento do número de vagas em sua totalidade, necessitará a adoção de serviços básicos de compactação que garantam o tráfego de veículos. O material asfáltico utilizado virá da fresagem das obras de pavimentação dos corredores BRT. Posteriormente ao evento esportivo, serão executados os ajustes do projeto de pavimentação.

Com a autorização do Ministério dos Esportes, será possível atender às exigências da Fifa quanto à disponibilização de 900 vagas, mas a conclusão do projeto será pós-Copa 2014, em data a ser definida.

Correio do Povo



Categorias:COPA 2014

Tags:, , ,

17 respostas

  1. “… ainda há muito a fazer em Porto Alegre” (Valcke. Jérôme)

    Curtir

  2. Se eu jogo um papel de bala no chão a multa é de 250 reais, correto??Qual vai a ser a multa de todo esse lixo??

    Curtir

  3. Meu deus, troca de “correspondências” a poucos dias da Copa! Que amadorismo do Brasil, que falta de profissionalismo, era pra tudo estar pronto ha meses! Buuuuuuuuuuuuuu!

    Curtir

  4. E cade a multa que foi dito que seria aplicada ao Inter????? Não vai ter? Legal, vou fazer uma reforma la em casa e jogar tudo no meio da rua, e a prefeitura que limpe pra mim e não ouse me multar.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: