O movimento dos aeroportos na Copa

 

Dia 9 de julho, Guarulhos recebeu 1.040 voos. Foto: Gilberto Simon

Dia 9 de julho, Guarulhos recebeu 1.040 voos. Foto: Gilberto Simon

Os 21 principais aeroportos brasileiros, que concentraram o fluxo de torcedores durante a Copa do Mundo, receberam 17,8 milhões de passageiros entre os dias 10 de junho e 15 de julho, dois dias antes e dois dias depois do final do mundial, 13% mais que em igual período do ano passado, segundo a Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República.

Guarulhos foi o aeroporto que mais movimentou passageiros durante a Copa: 4,1 milhões.

O recorde de movimento nos aeroportos brasileiros foi registrado em 14 de julho: 560 mil passageiros. No dia 9 de julho, o aeroporto de Guarulhos bateu seu recorde de movimentação na Copa, com 1.040 voos. Nesse dia, em média, um voo pousou ou decolou no aeroporto a cada 1 minuto e 23 segundos, ou seja, 43 movimentos por hora. O índice médio de atra! sos superiores a 30 minutos nas partidas foi de 6,94% entre 10 de junho e 15 de julho.

Na União Europeia, os atrasos com mais de 30 minutos em todo o ano de 2013 representaram 7,6% do total. O tempo médio de restituição de bagagem nos nossos aeroportos durante a Copa foi de 8 minutos e 36 segundos para os voos domésticos e de 28 minutos e 18 segundos nos internacionais. O check-in doméstico demorou, em média, menos de 11 minutos. E a emigração ocorreu em 5 a 7 minutos. Os principais aeroportos que atenderam às cidades-sede da Copa de 2014 receberam quatro vezes mais pessoas que os principais aeroportos da África do Sul durante a Copa de 2010. Passaram pelos terminais de passageiros sul-africanos cerca de 4 milhões e meio de pessoas entre 1 de junho e 17 de julho de 2010.

No Brasil, Guarulhos movimentou sozinho mais de 4 milhões de pessoas durante a Copa 2014.

Affonso Ritter



Categorias:aeroportos brasileiros, Aviação

Tags:, , ,

3 respostas

  1. É que os gringos são mais organizados, sabiam que isso poderia acontecer, ai vieram antes.
    hahaah

    Brincadeira, mas continuo sem entender como.
    No começo do ano tive um sr atraso em São Paulo, sem contar no lugar que nos deixaram, num puxadinho com goteiras e banheiros estragados, isso que as ferias já tinham acabado.

    Curtir

  2. Mas e durante o carnaval e feriados de fim de ano? Acho que o movimento é muito maior.
    Esse auê dos aeroportos lotarem na copa é piada, no carnaval ficam muito mais. Sempre foi urgência.

    Curtir

Trackbacks

  1. O Brasil às vésperas das eleições de 2014 | Vida Lida
%d blogueiros gostam disto: