Deputados denunciam tentativa de mudar aeroporto Salgado Filho para Portão

Novo edital de concessão à iniciativa privada estaria impedindo a ampliação da pista

Audiência pública discute privatização do Aeroporto Salgado Filho | Foto: Samuel Maciel

Audiência pública discute privatização do Aeroporto Salgado Filho | Foto: Samuel Maciel

As empresas interessadas na privatização do Aeroporto Internacional Salgado Filho estariam querendo construir um novo aeroporto no município de Portão, distante 48 quilômetros de Porto Alegre. Além disso, existe um projeto da iniciativa privada de também colocar a Base Aérea de Canoas na mesma área. As denúncias foram feitas nesta terça-feira pelo deputado Pedro Ruas (PSol) durante audiência pública na Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa.

Conforme Ruas, a mudança do aeroporto para a cidade de Portão, no Vale do Sinos, será um retrocesso histórico para Porto Alegre. O deputado afirma que no terreno onde hoje funciona o Salgado Filho na avenida Severo Dullius, na zona Norte da Capital, seriam construídos condomínios.

A deputada Regina Becker Fortunati (PDT) disse que a prefeitura de Porto Alegre cumpriu todas as exigências estabelecidas pelo governo federal no sentido de promover as melhorias para que fosse feito o prolongamento da pista e de ampliação dos serviços do Aeroporto Salgado Filho. “O que está acontecendo agora é que o novo edital imposto pela Infraero praticamente freia a última etapa que seria a ampliação da pista”, explica.

Segundo a deputada, a população de Porto Alegre não pode aceitar de braços cruzados que o Salgado Filho saia da cidade. “O aeroporto é fundamental para o desenvolvimento do Porto Alegre e para os municípios da Região Metropolitana”.

O superintendente da Infraero/RS, Wilson Brandt Filho, disse que a instituição vem realizando os trabalhos necessários para o cumprimento de todos os contratos. “Todas as obras em execução foram paralisadas no aeroporto por ordens superiores”. Segundo ele, a concessão dos serviços a iniciativa privada vem sendo tratada pela Agência de Aviação Civil (Anac) e pela Secretaria de Aviação Civil (SAC) e a superintendência da Infraero somente segue ordens.

Regina Becker apresentou dados que mostram que o Aeroporto Salgado Filho deixou de gerar por ano R$ 3,3 bilhões em negócios ligados ao transporte de cargas, porque a pista e o terminal não contam com a capacidade adequada para grandes operações. O Salgado Filho opera atualmente com nove companhias aéreas, sendo uma de carga e outras de voos comerciais de passageiros.

Claudio Isaías / Correio do Povo



Categorias:Aeroporto 20 de Setembro, Aeroporto Internacional Salgado Filho

Tags:, ,

37 respostas

  1. Se essa ratazana do pedro ruas tá contra é porque essa proposta vai ser ótima. Vai melhorar o salgado filho e levar um novo aeroporto pra atender a região dos sinos, que por sinal, cresce mais que a capital. Até pq o aeroporto tá nas mãos da infraero há anos, há mais de 10 anos tem o papo da famigerada ampliação e até agora nada, imagina quantos milhões já não foi pro bolso dos responsáveis por essa maracutaia estatal.

    Curtir

    • Não é necessário outro aeroporto ainda Henrique. O salgado filho pode ir décadas ainda se for ampliada a pista. Tu não te dá conta que vai ser pretexto pra roubalheira construir um aeroporto totalmente novo?

      Curtir

    • Que construam um pra região de Caxias então. Mas não um mega aeroporto.

      Curtir

    • Outra coisa : aeroporto há 40 km do centro de poa, vai se até lá como? Metrô? Via expressa? Vlt? Só sonho. Não vê que é fora da nossa realidade ainda?

      Curtir

      • Vamos pagar mais caro por um taxi que pela passagem de avião como é em BH. Fora que em caso de acidente na estrada todo mundo perde o voo. Acho que a serra merece um aeroporto decente por todo o fluxo comercial e turístico. O salgado filho com pista ampliada, bem gerenciado e conectado com o trensurb atende a demanda da região metropolitana. O interior está muito longe do salgado filho, quem vem de uruguaiana, santa maria, bagé ou rio grande passa mais tempo no ônibus que no avião. Pra essas cidades pequenos aeroportos regionais que ofereçam prioritariamente um voo pra São Paulo e outro pra Porto Alegre resolvem o problema. O salgado filho fica numa ponta do estado, precisamos descentralizar um pouco. Tudo isso ainda deve custar menos que um mega aeroporto em Portão.

        Curtir

      • Olha quanto centralismo, mentalidade portoalegrense: se amarram no atraso e querem amarrar todo o estado junto. Primeiro, quem se dirige a POA vai continuar usando o Salgado Filho que não vai ser vendido, vai ser concedido. O fechamento do salgado filho só passa na cabeça do PSOL e dos portoalegrenses histéricos. Segundo, engraçado que pagar caro prum táxi pra sair do suposto 20 de setembro e ir até POA é um absurdo (e eu concordo, a distância é grande, movimento intenso). Agora, alguém fazer o percurso do salgado pra Novo Hamburgo e gastar o mesmo tá de boas? O 20 de setembro é uma alternativa, não vai tirar “o protagonismo” de Porto Alegre, que pelo jeito é o medo. Mas sim vai atender a demanda de uma região metropolitana que ainda cresce. Parem de querer espalhar essa cultura de barrar tudo pro restante do estado.

        Curtir

      • Exato. Voo pra SP por 200 reais….taxi para o aeroporto 250.

        Curtir

    • E tu acha mesmo que vão fechar o salgado filho por que o PSOL denunciou que empresários malvados interessados no salgado filho também estão interessados em construir um novo aeroporto? Coisa ridícula, estado doente, mentalidade doente. Na boa, que continue o lenga-lenga da infraero, até 2030 tu ainda vai ter muita manchete pra postar sobre a pista que não é prolongada e não tem espaço sequer pruma duplicação. Assim como a EGR cuidando de nossas estradas, de fato, a infraero só nos beneficia. A única coisa que vejo fora da nossa realidade é o progresso. Só isso. Mas de boa, bem feito que tão colhendo essa onda de violência. Tão colhendo é pouco,pq se essa é a mentalidade dos portoalegreneses, merecem muito mais. Ah, e se dependesse do Pedro Ruas nem o hospital de clínicas seria aumentado, ou tu esqueceu que ele se opôs também? Acordem. Ou não, vivam um day dreaming, mas sem poder de casa e culpando o sartori e não essa mentalidade torpe.

      Curtir

    • Acompanha o histórico de notícias envolvendo a infraero e a ampliação da pista do salgado filho. Há anos indo dinheiro público pra obras infindáveis e até agora nada, mas oq pesa mais é esse orgulho. Pessoal se revolta com a corrupção na petrobrás mas não entende que essas estruturas semi-empresariais estatais só servem pra isso, roubar. Tem que privatizar tudo. E mais, sou novo, mas vejo como é a nossa história pq ela se repete. O povo gaúcho é um povo escravo. Alguém tenta fazer as coias ir pra frente, e lá vão 30 escravistas impedir e convencer que o melhor é manter o status quo e aí todo mundo fica amarrado. Enfim, Pedro Ruas me dá câncer.

      Curtir

      • Tem que ser muito desprovido de neurônios pra fazer analogia com uma doença tão séria e dolorosa quanto o câncer.

        Curtir

      • Foi mal, câncer não. O que esse ranço anti-tudo faz aí é pior, peste negra. A propósito, já foi assaltada hoje?

        Curtir

  2. E bem capaz que o salgado filho vai ser desativado. Isso é maniqueísmo pra que não se construa o 20 de setembro, isso é maniqueísmo pra atrapalhar, manter esse status quo e manter POA e região metropolitana amarrada. ” A cidade perde bilhões com a falta de ampliação”. Muito bonito, porque tá há décadas na mão do poder público, vertendo dinheiro dos nossos impostos (a ampliação do salgo filho é promessa política há no mínimo 10 anos) e até agora nada e o dinheiro indo. Privatiza que em dois toques a obra sai do papel e de quebra a RM e até mesmo a serra poderá se beneficiar dum novo aeroporto. O que tá acontecendo é que quem bebe dessa fonte tá se revirando, que nem lombriga quando hospedeiro toma vermífugo.

    Curtir

    • O tal aeroporto 20 de Setembro em portão não é vantagem nenhuma. Local de difícil acesso para a maioria dos moradores da RM e, principalmente, da capital. A tal promessa de 4 pistas com 4km cada fica para mais tarde, nascendo com duas pistas com menos de 2 km.

      Por sorte, em meio a crise hídrica paulistana, se deram conta de que o terreno destinado ao 20 de Setembro é local de várias nascentes, e seria um disparate matá-las enquanto o sudeste faz racionamento.

      Curtir

  3. Aeroporto novo, quanto custa, de onde sai o dinheiro….??? Falta ampliar o Salgado Filho e usar a Base Aérea de Canoas. É melhor reformar os que tem. Privatizar e fazer novo aeroporto, é só esquema.$$$$$

    Curtir

    • Tão há décadas vertendo dinheiro pra obras que nunca acontecem, recheando os bolsos de sei lá quem. Acho a construção dum novo aeroporto secundária, mas se for da iniciativa privada, sinceramente, não me oponho, que venha o 20 de setembro. Mas não creio que sairá do papel, afinal, somos um povo que tem que pedir licença pra ir pra frente, e quando a esquerda não deixa ficamos todos no passado e os que se revoltam saem do estado. E aí os que permanecem ficam com cara de bobo pq não sabem como o que fizemos pra chegar onde estamos. É muito simples. Essa corja se opôs até mesmo pra ampliação do clínicas – pra quem não se lembra, pq árvores foram cortadas. Se opõe a tudo, e quanto maior a oposição maior é o benefício que a obra em potencial trará, isso já aprendi. Demonizam tudo que é feito pela iniciativa privada e querem que tudo fique estatal porque eles detem o poder econômico estatal e aí podem se apoderar do dinheiro, enquanto operam em eterna ineficiência e enchem os bolsos, com a benção do povo gaúcho.

      Curtir

  4. Enfim, malz pelo exagero. Mas acho que de fato a concessão do salgado filho pra que as obras ocorram tinha que ser pra ontem, privatização só faz bem e melhora a oferta dos serviços. E também não acho que um segundo aeroporto (desde que não se repita o mesmo tentáculo estatal) vá trazer prejuízo. As principais metrópoles do país tem mais de um aeroporto e mesmo geograficamente, POA se localiza no fim/início da região metropolitana. Um segundo aeroporto facilitaria um monte a vida de quem mora na região dos sinos e também de quem procura a serra. Essa coisa de que não é necessário um segundo aeroporto, se fosse assim não haveria interesse da iniciativa privada se não houvesse demanda. E por último, tem que separar: concessão do salgado filho e construção do novo aeroporto. Não dá pra juntar as coisas no mesmo balaio que aí se mantém: nada de concessão e nada de aeroporto e lá se vão outros 15 anos sem fazer nada que preste. E por fim, não me oponho a nenhum. Quero o salgado filho concedido e bufando em obras e se pessoas quiserem investir num novo aeroporto, não vai ser pra prejudicar e sim pra atender demanda (sim, a RM tá crescendo também, não é mais só cidade-dormitório). Nunca vi um aeroporto ser fechado “por concorrência”.

    Curtir

    • O Aeroporto Augusto Severo em Parnamirim (Natal) foi fechado para não fazer concorrência ao novo Aeroporto de São Goncalo Do Amarante.

      Curtir

  5. Não gosto nenhum pouco do Ruas, mas realmente, hoje e do jeito que querem, o aeroporto 20 de setembro não faz o menor sentido.

    Enquanto o Salgado Filho fica próximo de 3 grandes rodovias federais (BR-116, BR-290 e BR-448), tem acesso à uma linha metroviária que o liga ao centro de Porto Alegre, cinco cidades da Região Metropolitana e à duas rodoviárias (Porto Alegre e novo Hamburgo), fora a oferta de linhas de ônibus que passam por alí, tanto da RM quanto da própria capital.

    Por sorte o 20 de setembro parece estar subindo no telhado desde que a atual gestão estadual assumiu. Seria um gasto exorbitante e mataria diversas nascentes hídricas existentes no terreno (questão que surgiu em meio a crise hídrica paulista).

    Mas, as vezes aparenta que a prefeitura está permitindo um boicote ao SF. O plano diretor do Aeroporto, além do prolongamento da pista, prevê mais uma pista, paralela à atual com o mesmo comprimento que ela tem atualmente. O problema: No local existem dois prédios, um dos Correios e um do grupo Zaffari. Como a prefeitura permite a construção de prédios em uma área de interesse público?
    Ainda assim, fala-se em uma pista paralela às faixas da FreeWay. Com essa pista e um terceiro terminal de passageiros, o 20 de Setembro se tornaria completamente desnecessário.

    Curtir

    • Se é desnecessário então porque há interesse em construir um aeroporto ali (e pelo alvoroço do nobre psolista pelo jeito parte da iniciativa privada)? Óbvio que existe potencial demanda. E a localização acompanha o futuro prolongamento da rodovia do parque de forma a desafogar a 116. podendo quem tá ao norte da RM se deslocar sem pegar o tranco que é o trânsito em Canoas, vindo do aeroporto. Basicamente, um acesso mais rápido e com maior potencial de expansão que o Salgado. E lugar entre Santa Rita e Portão não falta (fugir de nascente numa extensão que é equivalente a extensão da própria RM é o que não falta, fica tranquilo, já que aquilo é um vácuo urbano plano). Citaste o disparate por causa da questão hídrica, mas maior disparate é o estado de SP com vias duplicadas, triplicadas em todo o interior, pedagiadas e conectadas e nós aqui como se não existisse capacidade de construir, só de olhar o que foi feito e lamentar. E mais, esse aeroporto diz muito mais sobre a região metropolitana que a capital em si. SP e RJ ambas tem dois aeroportos funcionais, um originário pra atender a demanda direta da capital e outro da RM. Esse aeroporto diz muito mais sobre a região metropolitana – que vai abranger uma área tão numerosa quanto é POA-Canoas-Gravataí-Cachoeirinha-Alvorada-Viamão, que é o restante ao norte dos sino – do que a capital em si, é risível que a capital, queira exportar essa cultura pavorosa e barrar projetos que nem tratem diretamente ela, porque quem se dirige a POA vai continuar usando o Salgado Filho. E é infundado esse receio de que o Salgado Filho vá se descartado com medo de algum projeto de ocupação urbana, ou pior, como se quem dirigisse a POA vai ter que usar outro aeroporto. Não caiam nessa conversa de quem historicamente só quer agredir a cidade a ao rio grande do sul. Mas enfim, cada passo de uma vez, o primeiro é conceder o Salgado Filho pra que as obras de melhoraria saiam do papel de uma vez por todas e parem só de promessas.

      Curtir

    • Guilherme, também não gosto do ruas. Esquerdista radical.

      Mas neste ponto ele tem razão.

      Só por que são de esquerda eles não podem ter razão ?

      Falaste certo!

      Os principais agentes responsáveis pela ideia do 20 de Setembro são as construtoras que querem construir nos arredores do Salgado Filho e da Base Aérea. Como a modernização do sistema de voo por instrumento ILS Cat III só pode ser implementado com diminuição de altura dos prédios nos arredores, isso interfere nos planos dessas empresas. Eles só pensam neles. Se realmente as construtoras vencerem, teremos mais prédios espalhados por estas áreas em breve. Mas por que não vão pra outras áreas ? Por que tem que ser nessa região?

      O Salgado Filho seria fechado sim, e até demolido para dar lugar a grandes empreendimentos imobiliários, da mesma forma a Base Aérea. É a industria da construção civil que manda ?

      Só um débil mental ou pessoa muito infantil pra não se dar conta disso.

      Curtir

      • Sério que tu acha que o aeroporto vai ser fechado? Sério mesmo? A base aérea não duvido que saia dali no futuro. E gosto da ideia, é uma área metropolitana muito nobre, poderia ser ocupada regularmente sim. E isso é questão de tempo e é área federal. Pode ser deslocada tanto pro norte quanto pra leste da RM. Agora, o Salgado Filho?? Tu acha mesmo? Ele não vai ser vendido, vai ser concedido. Infantil é acreditar nas lorotas do psol que é contra a concessão, contra a construção (insira aqui alguma coisa boa q eles inevitavelmente serão contra), contra tudo. Ninguém vai vender o salgado filho. Ninguém. Ele vai ser concedido à iniciativa privada por tempo determinado, que é totalmente diferente. O medo tá que ele seja inutilizado e isso é ridículo, existe toda uma rede de serviços e conexões urbanas por causa da sua existência. Esse medo é infundado e isso sim infantil, como se a cidade sofresse ameaça de perder o aeroporto quando na verdade se quer uma alternativa. Imagina, o aeroporto dd florianópolis atende 1 milhão de habitantes. A região metropolitana a partir de são leo sozinha já tem mais de 1 milhão de habitantes.

        Curtir

      • No fundo esse henrique quer um aeroporto mais perto da casa dele. Alguém passa o telefone do Padilha pra ele, assim ele conversa com quem manda…
        Alias, parece que em MG tb teve gente que quis um aeroporto pertinho de casa.

        Curtir

      • Sim, e vocês querem exportar o atraso infectando a região metropolitana que há muito não gira mais em torno da nossa querida, porém decadente, capital. Fiquem tranquilos que se alguém quiser fechar o salgado filho eu mesmo vou lá abraçá-lo. Agora, não existe nenhuma plano maquiavélico pra vendê-lo e transformar a região em condomínio à lá liberdade. E qual exatamente o problema em ter um aeroporto mais próximo da região dos sinos? To vendo que tudo isso não passa de recalque, inveja. Mas como falei, essa mentalidade tacanha tá destruindo a cidade. Vocês gostam, pois que continuem tomando esquerdalhada, gostam de serem escravos, pois é escravidão ideológica que terão.

        Curtir

  6. “Será um retrocesso histórico para Porto Alegre”

    Acho normal, até já acostumei.
    E o resto? Não é retrocesso?

    Curtir

  7. Se ilude quem acha que o Salgado Filho continuaria funcionando em paralelo ao novo aeroporto. O povo enche a boca pra comparar dizendo que POA seria um novo caso de RIO (Santos Dumont/Galeão) e SP (Congonhas/Guarulhos), mas não percebe que é totalmente diferente. SP é SP, um movimento gigantesco, é a terceira maior cidade do mundo, nada a ver com POA. Lá tem movimento pra isso. E o RJ tem movimento pra dois aeroportos pq o Santos Dumont se sustenta praticamente com a ponte aérea graças ao gigantismo de SP e a forte relação comercial estabelecida entre essas duas cidades, o que faz com que haja voos no mínimo a cada 30 minutos só nesta rota ali. Sem falar que o RIO é bem maior que POA e a Região Metropolitana do Rio idem.

    POA é comparável à BH, que, apesar de ter quase o dobro do tamanho de POA e uma RM maior que POA e ficar num estado bem mais populoso que o RS, ainda assim, teve o seu central aeroporto de Pampulha, dentro de BH, praticamente fechado, pois a concessão de Confins (aeroporto internacional distante 1h30 minutos de BH no trânsito da via “expressa” de carro e 40km de distância) foi feita objetivando que em Pampulha se tornasse um mero aeroporto regional. Não comportaria a divisão do movimento. Hj Pampulha só tem meia dúzia de voos teco-tecos para o interior do estado. Em POA acontecerá o msm se sair esse novo aeroporto.

    O povo diz: “é só fazer o Salgado Filho ter voos só pra SP e RIO e o sul e deixar o outro com os voos para outros lugares e exterior”, mas esquecem que o Salgado Filho praticamente só tem voos pra SP e RIO e o sul. Vcs acham msm que permitiriam que o novo aeroporto tivesse só um ou outro voo pra Brasília e mais um voo pra Lisboa, outro pra Argentina e outro pro Panamá? Não se sustentaria. E não me venham com aeroporto para o Mercosul, pois hj nem a TAM e a GOL tem voos de POA pro Mercosul. POA teve recentemente atualizado os pedidos de voos da Aerolíneas Argentinas e ela passará a ter 5 voos semanais (ou seja, nem será mais diário) e a Azul 4 voos semanais pra Montevidéo de avião regional de 70 lugares. E só. E o Brasil não precisa de POA pra voar para o Mercosul, pois a Aerolíneas já voa para diversas cidades brasileiras e a TAM e a GOL já possuem voos diretos de Recife, Salvador, Natal e Fortaleza para Buenos Aires.

    Curtir

  8. Lobby imobiliário

    Curtir

    • Sim, há um plano maquiavélico pra vender a área do salgado filho (só não sei como, pq o aeroporto vai ser concedido e não vendido) e transformar em condomínio. Mesmo que isso acarrete na perda da infraestrutura direcionada ao aeroporto, mesmo que isso faça o aeromóvel ser inútil, mesmo que isso prejudique toda a cidade, o plano maligno denunciado pelo PSOL é real. O único plano maquiavélico que vejo aqui é o recalque que quer extrapolar os limites da capital e amarrar a região metropolitana, como se um núcleo urbano (São Leo – Novo Hamburgo – Estância Velha – Montenegro – Sapiranga – Campo Bom – Portão – e mesmo Sapucaia / Esteio e as trocentas cidadezinhas mais ao norte que se conectam com NH) com mais de 1 milhão de habitantes não comportasse um aeroporto internacional próprio. Um plano perverso pra submeter POA a um aeroporto 40 km distante dali (mesmo quando quem mora na RM tenha que percorrer isso pra usar atualmente o SF) e edificar a atual área, fechando hotéis e o aeromóvel é mais provável. Tá certo, que bom que temos o PSOL pra nos defender.

      Curtir

  9. Depois de tanto deslike só digo uma coisa: sirvam vossas façanhas de modelo a toda terra.

    http://i17.photobucket.com/albums/b91/latinohunk/18dezoito/GIFs/LuluGenroBeijinho.gif~original

    Curtir

  10. Henrique, só pra teu governo não é um vácuo urbano, pois é uma área com agricultores, com mais de 90 proprietários que empregam mais de 300 pessoas, existe um desnível de mais de 70 metros, nesta área são plantados mais de 400 toneladas de melancias, morangas, milho, numa área de 272 hectares são produzidas várias toneladas de arroz, mais de 5.000 cabeças de gado, mais de 1.000 ovelhas mais de 1.000 búfalos, tu estás mal informado, tira um tempo e venha nos fazer uma visita para que tu conheças nossa região porque senão teus argumentos não tem validade nenhuma. O presidente do CREA numa reunião na OAB disse com todas as letras que SIM o objetivo é fechar o Salgado Filho e a base aérea para construir um grande residencial. Outra coisa, para que 2.100 hectares? O aeroporto da Inglaterra transporta 80 milhões de passageiros por ano numa área de 780 hectares.

    Curtir

  11. Eu to longe de gostar do Pedro Ruas, mas concordo com ele nesse caso.
    E não falo apenas nas empresas que iriam assumir, tem politico que quer tirar dinheiro nessa brincadeira.

    Curtir

  12. Até entendo a alta polarização que essa questão do aeroporto gera, mas é cada coisa que se lê nos comentários.

    A cidade de Porto Alegre é na ponta da região metropolitana, mas o aeroporto é praticamente no ponto central da RM.

    Um estudo de uma consultoria britânica (foi postado aqui no blog há alguns anos) constatou que haveria necessidade de fechar o SF para o outro aeroporto ser viável – ou seja, o novo aeroporto não é exatamente uma iniciativa privada se essa vai se usar do estado para fechar o aeroporto concorrente/antigo.

    A questão de ter um aeroporto maior (e até do ampliamento da pista, mesmo sendo uma obra que eu considero necessária) gera um deslumbramento exagerado. Há quem ache que com um aeroporto novo ou uma pista maior surgirão voos da Air France, KLM, Lufthansa, Emirates, etc etc – mas em BH ou Brasília (3a e 5a maiores metrópoles do Brasil – POA é a 4a) têm pistas grandes e, ainda assim, não tem todos esses voos internacionais. Enquanto isso, os empresários dos RS exageram as expectativas quanto ao aeroporto novo: a FIERGS uma vez deu uma estimativa que colocaria o 20 de setembro como o segundo ou terceiro maior aeroporto de cargas do mundo. Devem ter enfiado até o peso do ônibus exportados pela Marcopolo e Neobus produzidos em Caxias para chegar em tal cifra.

    Enfim, a minha opinião é de que deve ser sim planejado um aeroporto novo, pois, dada a típica eficiência gaúcha, começando a planejar tal obra agora, deve ficar pronta por volta de 2050, quando o SF provavelmente estará saturado. Enquanto isso, a ampliação da pista é “urgente” – não custa sonhar que nos próximos anos haja um pequeno aumento de voos internacionais de longo curso, e talvez realmente seja necessário para os cargueiros (se bem que o mercado de aviões cargueiros está mundialmente quase a beira da falência – e esses em geral operam rotas com várias escalas e acabariam parando no aeroporto de Campinas do mesmo jeito, mas divago).

    Curtir

  13. Eu acho que ampliando o máximo possível o SALGADO FILHO, já seria o suficiente. Não tem porque ficar construindo tantos aeroportos, é muita gasto a toa. Acho que ampliando ele e construindo um maior e mais moderno em Caxias do Sul, para atender a Serra e outras regiões no estado já seria o suficiente. Contribuiria muito para os negócios e principalmente o turismo local, deixando também de construir o de Canela que para mim não tem motivos ser criado, tendo o de VILA OLIVA a minutos de Gramado e Canela.

    Curtir

  14. Deputados são todos uns bunda mole incompetendes ignorantes e idiotas!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: