Ministério Público irá recorrer da liberação do Beira-Rio

Promotor afirma que autorização de jogos no estádio é temerária

O Ministério Público vai recorrer da liminar que liberou o estádio Beira-Rio para receber jogos, conforme decisão da desembargadora Mylene Michel, nesta segunda-feira. Para o promotor de Justiça de Habitação e Defesa da Ordem Urbanística de Porto Alegre, Fábio Sbardelotto, a decisão é temerária.

O promotor, que entrou com a ação para interditar o Beira-Rio, a decisão da magistrada abre “um precedente temeroso para a cidade”. Conforme ele, a opinião da desembargadora aponta para um contrassenso do judiciário, desvalorizando as instituições de segurança. “Os Bombeiros e a Brigada Militar diziam que tem condições plenas, agora ela diz que tem condições em parte”, apontou.

Pela decisão desta segunda-feira, o Beira-Rio tem condições de receber jogos do Brasileirão este ano. Porém, os torcedores só poderão ingressar no estádio no anel superior, já que a maioria do inferior encontra-se em obras.

*Com informações do repórter Lucas Rivas

Correio do Povo



Categorias:COPA 2014, Reforma do Estádio Beira-Rio

Tags:, ,

8 respostas

  1. Quero ver se voar uma misera pedra la do anel superior o rolo que vai dar. Espero que o Ministério Público consiga reverter isso e logo.

    Curtir

  2. Que vidas humanas sejam colocadas em primeiro lugar, não o orgulho de uns e outros.

    Curtir

  3. Tá querendo aparecer!

    Curtir

  4. Fábio Sbardelotto devia ir cuidar da sumula da mãe do r49, e deixar o time dos outros de lado…

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: