Tarso pleiteará recursos adicionais para o metrô

metro-poa



Categorias:Metro Linha 2

Tags:, ,

21 respostas

  1. esse Tarso Genro “skin careca” acha que todos são bobos como aqueles bobos do PT.
    por falar nisso,
    será que a Dra. Luciana Genro vai ir lá na pça da Matriz …rsrsrsrs

    Curtir

  2. Acho que o Tarso Genro está dormindo em berço de anestesia tem que tomar uma decisão e cobrar os investimentos do PAC para a construção urgente da linha 2 do metrô de Poa. Não podemos ficar refens apenas dos meios de transportes coletivos com o crescimento populacional e de toda a Região Metropolitana é necessário a construção da linha 2. Sómente a mobilização e a cobrança por parte da população é que sairá a determinação para os inícios das obras tão esperadas pela população.

    Curtir

  3. Agora vai… isso se as manifestações continuarem, senão a gente volta à letargia de sempre, àquela pizza assada em fogo mínimo.

    Curtir

  4. Segundo o Tarso nas ultimas eleicoes, o alinhamento ideologico dele com o governo federal traria grandes vantagens ao RS, mas ate’ agora ninguem viu vantagem alguma, pelo contrario, vide demora de entregar o Cais, ponte do Guaiba que nao sai, aeroporto que nao sai, mentirinha do metro, dinheiro pro entorno da Arena que nao sai, etc etc. Isso que aquela quatro-patas ainda mora e tem familia aqui…

    Curtir

  5. Gente, o problema não é questão de dinheiro no orçamento, isso o Brasil tem.

    A questão é que por incompetência dos demais poderes públicos, não se consegue gastar aquilo que está no orçamento por falta de projeto.

    Por exemplo, para o PAC da mobilidade estava orçado os 20 bilhões que o Julião comentou ali em cima, mas no entanto somente foram empenhados 500 milhões, mas não por falta de verbas, mas sim por falta da apresentação de projetos dos estados para garantir esse orçamento.

    Curtir

    • Então, acho que precisamos fazer como o Rogério propôs. Temos que sair fazendo projeto a rodo! Muitos não vão ficar na gaveta… paciência, acontece, mas sempre teríamos algo para apresentar para pedir verba.

      Todos queremos o metrô, mas isso não é suficiente. É preciso conhecer exatamente como se quer, quanto custa, qual o impacto, quanto tempo demora, quais as etapas…

      Curtir

  6. Li em algum lugar que dos 20 e poucos bilhões do tal “Pac da mobilidade” (que incluia o metrô de Poa) foram liberados somente em torno de 450 milhões desde 2010, então como acreditar que arrumarão mais 50 bilhões para cumprir essa nova promessa?

    Curtir

    • Não seria possível usar uma parte pequena desse dinheiro para realizar um pré-projeto (ou projeto conceitual) como propõe o Rogério Maestri?

      Afinal de contas estamos falando de uma quantidade de dinheiro que não sabemos se é muito é pouco, é suficiente, é superfaturado… Não sabemos nada sem estudo correto do solo, construções, desapropriações…

      Curtir

  7. Se esses 50 bilhões realmente se concretizarem, eu acho bem difícil que o RS ganhe quase 10% do montante. Não é nada político o meu comentário, é apenas matemático.

    Curtir

  8. Seria muita loucura criar um sistema provisório para melhorar o transporte público em PoA usando alimentadores para o Trensurb?

    Acredito que se houvesse integração (única passagem para Trensurb e ônibus) em PoA poderia haver algo como Sarandi até a estação Anchieta via Free-Way que ocorreria no contra-fluxo ou algo parecido.

    Curtir

    • Com a capacidade atual do trensurb? Não sei não…
      Não sei tbm se entendi o que tu quis dizer, mas imagina a estação anchieta (que é uma das menos movimentadas) lotada de gente esperando o trem para o centro? Ele chega simplesmente lotado ali, só começa a aliviar depois da Farrapos.

      Curtir

    • Esse é o problema, alimentar a linha 1 da Trensurb enquanto ela não tem capacidade para receber mais passageiros, esse é um dos problemas de estender a linha até Novo Hamburgo e agora querem estende-la em 18 km até Sapiranga, vai simplesmente lotar ainda mais os trens. O certo seria fazer como Curitiba, onde haviam várias linhas de BRT nos anos 70 e hoje a linha de maior demanda vai virar uma linha de metrô.

      Aqui, ou deveriam ter feito BRT assim que construiram os corredores de ônibus ou nunca terem abandonado os trilhos e substituído os bondes por VLTs mais modernos. Assim, aos poucos poderiam substituir as linhas de maior demanda por metrôs. O problema, é que alguns eixos de Porto Alegre já precisam de um transporte de alta capacidade.

      Por isso não adianta simplesmente alimentar a linha 1, ela já está saturada e precisa de mais e maiores trens (mesmo que o plano seja de acoplar os trens, a trensurb precisava comprar composições de 6 ou até de 8 vagões, esta ultima encomenda de trens com 4 carros foi de doer o coração).

      Curtir

    • Por que lá eles conseguem implantar um projeto semelhante (e turn-key) por R$ 4 bi, incluindo “Proyecto de ingeniería de diseño, construcción de las obras civiles, instalaciones auxiliares de línea y estaciones, suministro e instalación del sistema integral ferroviario que incluye el material rodante, y puesta en marcha del sistema”

      Será que com os R$ 3 bi garantidos para o Metro de Porto Alegre não seria possível implantar uma obra similar a esta?

      Conoce la Línea 1 del Metro de Panamá

      A continuación se presenta una descripción general del “Proyecto de ingeniería de diseño, construcción de las obras civiles, instalaciones auxiliares de línea y estaciones, suministro e instalación del sistema integral ferroviario que incluye el material rodante, y puesta en marcha del sistema para la línea No. 1 del Metro de Panamá” denominado en este documento “Proyecto de la Línea 1 del Metro de Panamá”.

      La Línea 1 del Metro de Panamá tiene un trazo mayoritariamente en dirección norte-sur y une la Estación Terminal Nacional de Autobuses, en “Albrook”, con el Centro Comercial “Los Andes” en el norte del Área Metropolitana de la ciudad de Panamá y cuenta con una longitud de aproximadamente 13.7 kilómetros. Esta ruta está inserta en un corredor de alta demanda de transporte público.

      El mismo fue seleccionado luego de analizar varias opciones de esquemas de vías, en las que se buscó optimizar, para esta primera etapa de la Línea 1, la cantidad de obras a realizarse con la finalidad de disminuir los costos del proyecto y aumentar la seguridad de cumplimiento de la fecha de terminación de obras.

      El trazo seleccionado empieza su recorrido en la Avenida Transístmica para luego continuar por la Avenida Fernández de Córdoba hasta la Avenida España, de allí hasta el inicio de la Avenida Justo Arosemena, por donde se extiende hasta llegar a un lugar cercano a la Plaza 5 de mayo y continuar su recorrido hasta el sector de la Terminal de Transporte de Albrook.

      La Línea 1 del Metro

       2 serán terminales (1 definitiva y 1 provisional),
       2 de transferencia con otros medios de transporte y para líneas futuras
       9 serán de paso, con longitud de andén de hasta 110 Metros, dependiendo de las características y conformación final de trenes,
       Una instalación de Patios y Talleres, en el extremo de la Línea, desarrollada en un área aproximada de 10 hectáreas. En esta misma área se prevé la construcción del Centro de Control de Operaciones (CCO).
       Su modalidad de operación será altamente automatizada, preferiblemente sin conductor y con sistema de detección y seguimiento a través de tecnología de punta, para intervalos entre trenes tan bajo como 90 segundos, pudiendo llegar hasta 75 segundos.
       19 trenes con tres vagones. Cada tren constará de tres vagones con una longitud total de 52 metros, una altura aproximada de 3.85 metros por 2.71 metros de ancho y capacidad para atender hasta 250 personas por vagón, a razón de 15 mil personas por hora en cada sentido de la línea.

      Curtir

  9. Esses 4 bilhões vão ser o total ou vão se somar aos 3 bilhões que (imagino) a prefeitura tem para o metrô? Espero que com 7 bilhões consigam fazer algo decente, e ainda to no aguardo para saber no quê este metrô será exemplo para o mundo, como disse o prefeito anteriormente.

    Curtir

  10. Provavelmente apenas o metrô acalmará o ânimo dos porto-alegrenses.

    Curtir

  11. O Tarso, para variar, jogando para os outros. Usar esse dinheiro para dar isenções (que o governo do estado não quer dar) em vez de investir em infra? Faça-me o favor… Nossa infra é pífia.

    Curtir

    • Exatamente, ficar dando subsídios para um sistema porco e ineficiente como o nosso é tapar o sol com a peneira. Tem que investir na infraestrutura e otimização dos serviços.

      Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: