Skip to content

Aeroporto Internacional 20 de Setembro terá 25 quilômetros quadrados

30/08/2011

Prefeituras de Nova Santa Rita e Portão devem decretar área como de utilidade pública

Porto Alegre – O tamanho da área do Aeroporto Internacional 20 de Setembro já está definido. Serão 25 quilômetros quadrados entre Portão e Nova Santa Rita. A decisão ocorreu ontem, em reunião do grupo de trabalho do novo aeroporto, coordenada pelo presidente do Conselho de Acionistas do Grupo Sinos, Mario Gusmão. O encontro contou com a participação do diretor do Departamento Aeroportuário da Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística (Seinfra), Roberto Carvalho Netto, e os prefeitos Eloi Antônio Besson e Francisco Brandão.

Saiba mais

No encontro, os prefeitos receberam um documento que estabelece coordenadas que possibilitarão a elaboração dos decretos que determinam as áreas como de utilidade pública

O diretor de Relações com a Comunidade do Jornal NH, Miguel Schmitz, ressalta a presteza do diretor da Seinfra em entregar no ato o documento que estabelece as coordenadas que possibilitarão aos prefeitos elaborarem os decretos de utilidade pública para o surgimento do aeroporto 20 de setembro

Após os decretos, o 5º Comando Áereo Regional (Comar) será consultado das áreas e do alinhamento das pistas que, por sua vez, passará os dados aos órgãos competentes, incluindo o Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta)

O encontro teve ainda a participação de integrantes do grupo de trabalho, presidente e vice do Conselho Consultivo em Ciências Aeronáuticas (CCCA), o comandante da aviação civil Nelson Hillcoap Riet Corrêa e o professor e diretor da Faculdade de Ciências Aeronáuticas da PUCRS, Elones Fernando Ribeiro, respectivamente, e o coronel aviador André Ficht.

Diário de Canoas – Susi Mello

 

_____________________________

 

Para ajudar a visualizar a área, utilizo este mapa da RMPA, com a divisão em municípios.

Em vermelho a suposta área (sem escala) onde ficaria o Aeroporto 20 de Setembro.

 

 

About these ads
44 Comentários leave one →
  1. fmobus permalink*
    30/08/2011 14:02

    Maravilha hein… vamos ter o aeroporto mais distante do Centro de todas as capitais brasileiras. E parece que a vontade de fazer essa obra é bem maior do que a de ampliar o Salgado Filho. Aquela pergunta que fica né: quem tá ganhando dinheiro com isso?

    • 30/08/2011 14:06

      Felipe, concordo com o teu comentário, mas ele não será o mais distante do centro, entre as capitais. Tu sabe onde fica Nova Santa Rita ? Se não me engano, vai ficar uns 25 a 30 Km do centro de POA. Isso não é nem um pouco longe.

      • Vinicius Farias permalink
        25/09/2013 14:15

        Olá, sou estudante de arquitetura e minha namorada também.
        Ela esta se formando e como projeto final de graduação propôs um aeroporto internacional.
        Dentro dos estudos, verificamos que é de extrema importância colocar esses equipamentos urbanos distantes dos grandes centros, uma vez que a cidade cresce e eles acabam sendo engolidos pela mesma.
        Minha tia mora ao lado do Salgado Filho, e pra piorar a casa fica embaixo do eixo da pista, então, TODOS os aviões passam em cima da casa dela para pousar, vocês imaginam a situação, a casa parece que vai cair.
        É totalmente inviável e contra o bom senso ampliar o Salgado Filho.
        Só vai piorar o trânsito e trazer transtornos pro entorno, como vemos o exemplo do Aeroporto de Congonhas em São Paulo.
        Acho que foi uma decisão acertada fazer esse aeroporto no limite da Grande Porto Alegre!

      • 25/09/2013 17:14

        Vinicius, caso queira compartilhar conosco no Blog o projeto do aeroporto fica a vontade. Vai ser muito positivo.

    • Marcos permalink
      30/08/2011 16:01

      Felipe, duas considerações:
      1) Confins, Guarulhos, Afonso Pena, São Gonçalo do Amarante, só para citar alguns, estão bem distantes do centro das metrópoles. E se fores ver, no mundo inteiro os aeroportos são até bem mais distantes que isso.
      2) Se você não percebeu, o Salgado Filho é um aeroporto administrado pela INFRAERO e esse não. Será um aeroporto estadual financiado pela iniciativa privada.

      • fmobus permalink*
        30/08/2011 16:21

        ok, I’ll bite. Os maiores aeroportos do mundo, suas distâncias ao centro da cidade que atendem e capacidade.

        Atlanta Hartsfield: 12Km, 89 milhões pax/ano
        Chicago – O’Hare: 27Km, 66 milhões pax/ano
        Londres – Heathrow: 22 Km, 65 milhões pax/ano
        Tokio – Haneda: 14 Km, 64 milhões pax/ano
        Paris – Charles de Gaulle: 25Km, 58 milhões pax/ano
        Frankfurt an Main: 12Km, 53 milhões pax/ano
        Nova Iorque – JFK: 25Km, 46 milhões pax/ano

        Todos esses aeroportos, tal qual o Salgado Filho, são facilmente acessíveis para os passageiros, seja por ônibus, trens ou autoestradas. Nova Santa Rita e Portão não têm nada disso.

      • Marcos permalink
        31/08/2011 15:11

        Se você considerar que este será o SEGUNDO aeroporto que atenderá a região de POA, com o Salgado Filho sendo o primeiro (a 5km do centro), pegue os SEGUNDOS aeroportos nestas cidades. Orly, Narita, Gatwick, Newark, aí a comparação fica melhor.
        E a Rodovia do Parque vai passar ali do lado.

      • fmobus permalink*
        31/08/2011 17:10

        1) o nosso primeiro aeroporto não tem nem 10% da demanda dos grandes, porque haveríamos de precisar de um segundo?

        2) a rodovia do parque termina em Esteio

    • william trumack permalink
      05/07/2012 18:21

      cara o aeroporto é fundamental,o salgado filho acabou de ser feito um “puxadinho”nele abrindo o aeroporto velho que é do lado para dar um alento ,porém não vai durar muito tempo,a previsão é de mais uns 5 anos ele chegar no limite extremo de passageiros,porém voltando pro 20 de setembro é vital,pois o salgado filho não tem pra onde crescer,é mais facil fazer um novo,com uma capacidade maior,mas para esclarecer um pouco mais,o 20 de setembro vai ter 3 pistas para suportar avioes maiores de carga que esses sim,são os que interessam realmente,pois é com a visão economica que ele vai ser feito,e esse lugar foi escolhido porque é a unica áera proxima de tudo,vale do cai,região metropolitana,vale dos sinos,serra,porque é nesses lugares que está o dinheiro o que produzinos no estado vem dessas regiões e não do centro de porto alegre entende,e junto com o aeroporto vem as obras de infraestrutura que irão complementar pis uma coisa vai forçar a outra,as rodovias que darão acesso ao aeroporto vao ter que ser arrumadas ou feitas,pois com o aeroporto esses projetos terão que ser executados quase com uma “venda casada”. ;)

  2. Rafael Bortolon permalink
    30/08/2011 14:11

    Hummmm … este é um dos primeiros capítulos de uma novela que está apenas começando.

    Algumas poucas semanas atrás, estive na serra e li, no jornal Pioneiro, que prefeitos e representantes da serra estão fazendo de tudo para que a Rodovia do Parque seja extendida até Portão.

    Até hoje, não sei por que não fizeram a rodovia até Portão, pois é grande o fluxo de carros entre Serra-POA e tende a aumentar ainda mais se este aeroporto sair do papel.

    • Leonard Wild permalink
      30/08/2011 15:14

      Boa tarde Rafael,
      Creio que um dos motivos de não ter sido feito a rodovia até o Portão, é porque os políticos ainda não decidiram qual a empreiteira (as) que irá executar a obra e em cima desta quanto irão lucrar e qual influência que terão que exercer para que o projeto seja aprovado. As empreiteiras, por sua vez, aguardam a apreciação de sua oferta para poderem repassar os fornecedores de materiais de construção quais valores terão que superfaturar seus produtos… É desta forma que os projetos, assim, tramitam antes de sua aprovação, arduamente discutidos e negociados. ..

  3. Phil permalink
    30/08/2011 14:29

    Ja estou gostando do nome.

  4. Gabriel permalink
    30/08/2011 14:34

    Eu sou MUITO A FAVOR dessa obra… a maioria das grandes capitais tem aeroportos distantes… o Salgado Filho não tem mais pra onde crescer…

    • Adriel permalink
      30/08/2011 18:04

      Se colocasse um grande aeroporto mais para o centro do estado, ia diminuir a demanda em POA e iria ficar mais perto para quem mora no interior para viajar de avião. Atualmente POA é o único aeroporto que faz voo internacional e para outros estados (corrijam-me se eu estiver errado, mas se estiver, provavelmente é por uma ou outra excessão).

      • Marcos permalink
        31/08/2011 10:12

        Adriel, internacionais, sim. Mas o aeroporto de Caxias do Sul tem vários voos diários regulares da Gol para São Paulo (e RJ, se não me engano) e em novembro passará a receber voos da Azul. O aeroporto de Passo Fundo tem voo regular da Avianca para SP também.
        Discordo que um novo aeroporto no meio do estado teria tanta procura, acho que no futuro teremos mais movimento em aeroportos regionais, com o crescimento da renda nas cidades de médio porte e a interiorização de empresas de aviação como Azul, Trip e Passaredo, mas um único aeroporto no meio do estado não ajuda ninguém.

  5. Felipe X permalink
    30/08/2011 14:34

    Até botarem a primeira pedra, para mim esse aeroporto é a nova “ponte do Guaíba”… daqui há 20 anos vamos estar discutindo ainda. Imagino que o empresariado de NH e arredores estejam botando pressão.

  6. fmobus permalink*
    30/08/2011 14:39

    Eu sei onde fica Nova Santa Rita: seu centro fica a 18Km (em linha reta) do centro de POA. O problema é que essa cidade tem uma área imensa, e não foi informado com maior precisão onde ficaria o aeroporto – apenas se sugeriu que seria “entre Nova Santa Rita e Portão”[1]. Uma coisa eu sei: ao sul do centro da cidade não pode ficar, por questões de segurança relativas ao pólo petroquímico de triunfo; logo, o terreno só pode estar ao Norte, talvez na mesma latitude de São Leopoldo, mais próximo ao município de Portão – aí já teríamos mais de 30 Km.

    Como já argumentei extensivamente aqui: Porto Alegre não tem déficit de pistas, e sim déficit de terminal – tanto de passageiro quanto de carga. O Salgado Filho ainda tem uma vasta área no seu Norte inaproveitada que poderia suportar facilmente novos terminais. Construir um aeroporto inteiro novo é ordens de magnitude mais caro do que construir um terminal novo: primeiro é toda uma batalha pra desapropriar, seguida de uma monstruosidade de terraplenagem, caros estudos meteorológicos – mais o planejamento e construção de auxílios de radionavegação.

    Construir um terminal é fundação, viga e laje.

    [1] engraçado que antes falavam apenas “em Portão”… talvez Nova Santa Rita seja uma tentativa de vender mais a ideia, fazendo parecer mais perto.

    • 30/08/2011 14:42

      Ta certo, concordo plenamente com o teu raciocínio ! Talvez até mesmo eu tenha caído nesta tentativa de querer que seja mais perto….

      • Jorge B permalink
        30/08/2011 16:33

        Quero saber como é que vamos chegar lá sem ir de carro num ônibus da Vicasa?? Fiumincino também fica longe do centro de Roma, mas tem um trem que liga a cidade ao terminal deixa os passageiros dentro do aeroporto o “Leonardo Express” será que vamos ter que pegar um trensurb lotado para chegar no “novo aeroporto”????

  7. Guilherme permalink
    30/08/2011 14:39

    Vai ser bom pro pessoal do interior, acho eu.

    Pooo, o salgado filho perto do centro, um bom terreno, espaço pra ampliar, por que não isso?

    Ta louco,bem mais simples, menos gastos, pra que isso?

  8. GersonLondon permalink
    30/08/2011 14:51

    CONCORDO 101% COM CADA PALAVRA DO fmobus!!!!

  9. Marcos permalink
    30/08/2011 15:01

    Essa história do novo aeroporto é muito maluca.
    A “sugestão” de um novo aeroporto surge meio que do nada, com local já escolhido, fala-se sobre isso uma ou outra vez, não há qualquer discussão efetiva ou vozes dissonantes que sejam levadas em consideração e poucos meses depois já estão planejando o alinhamento da pista?!
    Quem vai construir e pagar por esse aeroporto? Ele vai ser federal, sob responsabilidade da Anac, ou estadual? Se fosse um empreendimento privado, eu estaria aplaudindo a construção onde quer que fosse e acho que não haveria tanto espaço pra discussão, mas sabemos que isso não existe no Brasil. E isso exige uma discussão muito mais detalhada.
    Além do mais, com a construção do novo aeroporto da serra já encaminhada, bem entre Caxias e Gramado, muito do público seria desviado pra lá, tanto pelo fato de que as pessoas começariam a usar o aeroporto local (ao contrário do atual, que é horrível e força os Caxienses a usarem o Salgado Filho) e também porque os turistas que vão pra serra (que são muitos!) também iriam direto pra lá. Não que o Salgado Filho vá esvaziar, mas com certeza o ritmo de crescimento do público diminuirá e isso deveria, no mínimo, ser levado em consideração ao se pensar em expansão da infraestrutura aeroportuária do estado.
    Eu não sei, acho que acabo concordando com o fmobus, a única justificativa é alguém estar ganhando muito com isso.

  10. Gabriel permalink
    30/08/2011 15:17

    Vão gastar UM BILHÃO na ampliação do Salgado Filho e, de acordo com levantamentos, ele já estará saturado. Além disso, o aeroporto fica DENTRO da cidade… Ampliar pra onde????

    • fmobus permalink*
      30/08/2011 15:46

      > Vão gastar UM BILHÃO na ampliação do Salgado Filho

      E quanto você acha que vai sair esse aeroporto novo? Eu acho que por menos de 10 bi não sai.

      > e, de acordo com levantamentos, ele já estará saturado

      A saturação do Salgado Filho é em termos terminal, não em pista. Eu nunca tive que esperar na taxiway por slot de decolagem ou finger; esperar eras por bagagens e me apertar em salas de embarque minúsculas, por outro lado, me é uma experiência constante.

      > Ampliar pra onde????

      Espaço para terminal tem sobrando. O terminal novo do Salgado Filho tem 15000m², e serve 4 milhões de pessoas por ano. A reabertura do terminal antigo (que tem 7000m²) adicionou 2 milhões à capacidade anual, sugerindo uma relação quase linear entre área de terminal e capacidade. Ora, se vocês olharem a planta do aeroporto, verão que não há nada que impeça a triplicação ou quadruplicação do terminal novo, o que nos levaria a uma capacidade próxima a 15 milhões pax/ano. Novos terminais de carga poderiam ser construídos na área a Leste. Tenho certeza que 15 milhões de pax/ano dá e sobra para as demandas daqui.

      Se pista realmente virar um problema, nada impede que o governo federal seja racional e utilize a estrutura da Base Aérea de Canoas de forma mista (civil e militar), a exemplo do que já ocorre em Guarulhos, Galeão e Florianópolis.

      • Gabriel permalink
        30/08/2011 17:38

        Opiniões, opiniões e opiniões… eu prefiro um aeroporto internacional de grande porte FORA da cidade…

  11. Fernanda permalink
    30/08/2011 15:19

    Acho boa a ideia do aeroporto. Para que mais um aeroporto em Porto Alegre? As coisas não precisam ser só em Poa para serem úteis/ valerem a pena. Podem fazer um ótimo aeroporto, de alta qualidade e já determinaram um tamanho de 25km² para ele (são 2500 hectares, uma grande área), o que vai evitar problemas futuros neste sentido. Além disso, vai servir bastante para aquela região.
    Os prefeitos ali de cidades menores costumam se unir bastante para trazer investimentos para a região. Vide o trem, o movimento contra o polão, etc. Isto me dá esperanças de que saia mais rápido.
    Tem várias indústrias por ali (inclusive o polo), que usarão muito o aeroporto.
    De qualquer forma, acho um aeroporto um bom investimento e não vejo necessidade de um novo em Poa e sim, em outras regiões (não é só portoalegrense que viaja).

  12. jake permalink
    30/08/2011 16:11

    com esse novo aeroporto, o Aeromóvel do salgado filho (que já está em construção) vai servir pra que mesmo ?

    • 30/08/2011 16:34

      Jake, o Salgado Filho não seria desativado. Não é troca de um por outro. Mas apesar de eu estar falando isso, sou contra a construção do novo aeroporto 20 de Setembro. Concordo plenamente com tudo que o Mobus está comentando aqui.

      • jake permalink
        30/08/2011 18:09

        Não seria mais coerente construir uma segunda pista de fluxo inverso da pista atual (já sabemos que é possível), terminar o que começaram (remoção das famílias), ampliar o terminal 1 de forma coerente (não um mero puxadinho) e fazer o aeromóvel passar pelos 2 terminais ? Isso transformaria o Salgado Filho no melhor aeroporto do País, pois além da exclusividade (aeromóvel, fácil acesso), seria necessário, eu acredito menos de 1/4 do dinheiro que será investido no 20 de setembro. Isso que o aeromóvel e a remoção das famílias já estão em andamento.. seria apenas dar continuidade ao trabalho de forma séria e competente.. com certeza o 20 de setembro é jogo político e será uma tremenda lavagem de dinheiro, tudo isso, sem necessidade alguma.. e mais, eu duvido muito que o terminal desse 20 de setembro será maior que o salgado filho.. porto alegre não comporta dois aeroportos enormes, como São Paulo ou Buenos Aires. Bastaria 1 aeroporto bem estruturado.

      • fmobus permalink*
        30/08/2011 18:24

        Jake, o que você entende por “fluxo inverso da pista atual”?

      • jake permalink
        30/08/2011 20:59

        A finalidade de usar a mesma pista para um mesmo fim, pousos e decolagens.. haha, eu me enganei, eu quis dizer, construir uma nova pista de sentido contrário a pista atual

    • Antonio Carlos permalink
      31/08/2011 9:39

      Já não serviria prá nada mesmo…
      Continuará sendo um dinheiro jogado fora, como sempre foi, nesta idéia estapafúrdia.
      Quanto ao aeroporto decidido pelo Sr. Gusmão, é o mesmo caso, o cara que quer fazer uma estrada entre Porto Alegre e o Vale dos Sinos cheia de pedágios.

  13. joseluizdacosta@yahoo.com.br permalink
    30/08/2011 16:14

    Mais uma fantasia no Rio Grande. É melhor mpliar o Salgado Filho, desativar a Base Aérea de Canoas e fazer um aeroporto. Agora a serra necessita um aeroporto descente, pois o Campo dos Bugres aceita um avião a cada 2 horas.

  14. M Machado permalink
    30/08/2011 17:15

    Mais um “grande fora” deste rincão, chamado Rio Grande do Sul.

  15. RicardoUK permalink
    30/08/2011 18:03

    O Salgado Filho tem espaco de sobra, mas seria interessante ter um aeroporto privado totalmente novo como alternativa. Acho que o Salgado Filho nao durava 5 anos com a concorrencia, mesmo que fique muito mais proximo ao Centro de POA.

  16. Joao permalink
    30/08/2011 20:20

    Do jeito que as coisas são por aqui, só daqui 30 anos haverá a liberação para as obras.

  17. Jorge B permalink
    30/08/2011 22:40

    Quem viaja sabe o como é bom um aeroporto dentro da cidade, condução fácil, corridas de taxi curtas para chegar ao centro da cidade etc. Acho que temos muito espaço para ampliar o Salgado Filho. Se pra ampliar o aeroporto atual já é uma dificuldade, imaginem construir um novo.

  18. Leonel Ávila permalink
    06/09/2011 15:59

    É o que eu sempre digo: sempre tem um milhão de pessoas criticando tudo o que aparece. É notório ver que esse assunto só veio à tona quando já tinham decidido até a área: tivesse aparecido algum estudo prévio, já teria gente criticando. É por isso que aqui nada vai adiante.

    Várias cidades de vários estados de vários países têm e precisam ter dois aeroportos. Um que atenda a voos regionais, no nosso caso o Salgado Filho. Um aeroporto de pista única, com espeço para até 15 milhões de passageiros, confinado dentro da cidade, onde a ampliação se torna extremamente dispendiosa (o que ainda não foi o caso, pois as vilas Dique e Nazaré são favelas); e um aeroporto internacional de alta capacidade, para aviões grandes, intercontinentais…

    Aeroportos dentro da cidade são mais caros. Experimenta ir pra São Paulo. Por Congonhas e por Guarulhos. Vê o preço da passagem. Ou então pro Rio, Galeão e Santos Dumont. É assim. A operação é mais cara.

    Quero saber quem aqui voa regularmente, se vai de Trensurb ou T5, ou vai de carro ou de carona pro terminal… Mas reclamam de esse novo não ter conexão. É claro que não! Ele não existe! Já li que o aeroporto terá como via de acesso a rodovia Carioca. Não teria nenhum problema para as pessoas que viajam hoje de avião e usam o Trensurb utilizar o trem até a estação Mathias Velho, ou São Luiz e de lá pegar um ônibus até o aeroporto, numa linha exclusiva, com check-in na própria estação.

    • fmobus permalink*
      06/09/2011 19:13

      Um aeroporto de pista única, com espaço para até 15 milhões de passageiros,

      A demanda/capacidade atual é 6 milhões de passageiros por ano. Ainda podemos trabalhar com ampliações de terminal por um bom tempo.

      onde a ampliação se torna extremamente dispendiosa [...] e um aeroporto internacional de alta capacidade, para aviões grandes, intercontinentais…

      A ampliação da pista do Salgado Filho tem mais a ver com melhorar a viabilidade de certos voos (e.g. Lisboa) do que propriamente a quantidade de passageiros transportados. Quando se terminar a ampliação da pista, praticamente QUALQUER avião poderá pousar/decolar aqui com máximo de payload. Ora, se tal pista vai até 15 milhões, é ECONOMICAMENTE INEFICIENTE não utilizar esta capacidade; para utilizar esta capacidade, necessariamente temos que ampliar o terminal de passageiros. Uma rápida consulta ao Google Earth mostra-nos que há espaço para isso.

      Aeroportos dentro da cidade são mais caros. [...] A operação é mais cara.

      Errado. A passagem é mais cara porque a demanda pela conveniência de pousar perto do centro das citadas cidades é superior à oferta, e não há espaço físico para aumentar a oferta. Salgado Filho está lotado hoje, mas é possível aumentar a oferta sem construir outro aeroporto.


      Um complemento interessante ao meu ponto: Digamos que construamos outro Aeroporto com uma pista, ou optemos por usar a pista da Base Aérea de Canoas. A capacidade agregada dos aeroportos da Região Metropolitana de Porto Alegre seria, então, de 30 milhões de passageiros por ano. Esquecendo por um momento nosso fraco turismo, para que a demanda atingisse esse patamar, cada um dos 4 milhões de habitantes da RMPA, rico ou pobre, teria que fazer umas 3 viagens ida e volta por ano, totalizando 24 milhões de viagens. Eu não vejo isso acontecer em menos de 30 anos.

      • Leonel Ávila permalink
        09/09/2011 8:14

        Em nenhum momento disse nada sobre abandonar o Salgado Filho, nem em abortar os investimentos que estão e podem ser feitos no futuro. Um aeroporto não fica pronto em 2 anos… Parar hoje para estudar uma alternativa de macro escala é muito importante, é ter vistas para o futuro, o que hoje parece não termos. Esses estudos normalmente levam 5 anos para ficarem prontos, mais todo o tempo para aprovação e ajustes de projeto, mais muitos anos de construção de acessos, pistas, terminais…
        O novo aeroporto é uma obra muito maior que o SAlgado Filho pode se tornar e só será uma realidade em 20 anos… Se esperarmos 20 anos para “descobrir” que o Salgado Filho não comporta mais e aí sim partir para uma alternativa é no mínimo pouco inteligente.
        Tenho absoluta certeza que o nosso aeroporto suporta muitos bons anos, mas seu esgotamento chegará, fatalmente, quer gostem ou não.
        E ampliar a pista atual não tem nada a ver com o voo para Lisboa… É com vistas ao transporte de cargas…
        os custos de operação dentro de uma cidade são sim muito superiores. Os impostos pagos são muito maiores, o aluguel das lojas é mais caro, estacionamento é mais caro…

      • fmobus permalink*
        09/09/2011 13:14

        Leonel,

        SE o esgotamento da capacidade acontecer, temos a Base Aérea de Canoas prontinha ao lado, com uma pista maior que a atual do Salgado Filho, e facilmente expansível. Só precisa construir um terminal. Isso se faz em menos de 3 anos. Dez quilômetros de Porto Alegre.

        E com um pouquinho mais de engenharia, talvez até fosse possível construir uma segunda pista lá, visto que a área e maior.

        Assumindo que cada pista nos dá uns 15 milhões de pax/ano, conseguiríamos atender tranquilamente 40 milhões de pax/ano.

        E ampliar a pista atual não tem nada a ver com o voo para Lisboa… É com vistas ao transporte de cargas…

        E também com vistas a permitir maior quantidade de cargas nos voos de passageiros. Que é o que viabiliza voos longos, como os de Lisboa. É óbvio que essa ampliação da pista não atende o voo de Lisboa (até porque a ampliação não aconteceu ainda), mas eu tenho certeza que foi um dos fatores na decisão da TAP: saber que, num futuro próximo, poderá decolar seus aviões aqui com muito mais carga.

        Os impostos pagos são muito maiores, o aluguel das lojas é mais caro, estacionamento é mais caro…

        Quanta bobagem aqui hein ô batista.

        1) o imposto só é mais barato nas áreas afastadas se houver algum tipo de incentivo fiscal.
        2) o aluguel das lojas no aeroporto da cidade só é mais caro que o do interior se este apresentar vantagem competitiva aos locatários; é lindo ter um aluguel baratinho, mas de que adianta se esse aeroporto fica longe de onde as pessoas estão e o teu movimento vai ser bem menor?
        3) o estacionamento no aeroporto do interior seria até provavelmente mais caro, haja visto que, sem acesso por transporte coletivo, mais usuários não teriam opção senão pagar o preço que for.

        Sim, sem dúvida alguma, o metro quadrado do terreno é mais caro na cidade do que no campo, mas o terreno do Salgado Filho já está comprado e ocupado; não existe uma “pressão de oportunidade imobiliária” forçando o valor do terreno do Salgado Filho para cima ao ponto de ser mais vantajoso vender o terreno.

  19. Leonel Ávila permalink
    09/09/2011 14:05

    1) A Base Aérea de Canoas nunca servirá a voos comerciais regularmente. Ela é muito próxima do Salgado Filho, e suas aproximações se cruzam, o que inviabiliza a otimização dos usos… Tu provavelmente não conhece a Base. Não é nem um pouco acessível, a não ser que tenham desapropriações em massa e mega intervenções DENTRO da cidade de Canoas, o que custaria MUITO mais…

    2) Não há a possibilidade de uma segunda pista. Além de não haver espaço (óbvio), ou as pistas se cruzariam, ou não teriam separação sufuciente para operação simultânea. Isso sem contar a maior proximidade ainda com a Base Aérea.

    3) Só pra constar: o A330-200, aeronve utilizada pela TAP, pode sair de POA com peso máximo de decolagem (MTOW). Menos asneira, por favor!!!!!

    4) São poucas as pessoas que frequentam o aeroporto e não o usam para voar. Esse pseudo-mercado não conta pra nada. Se tiver aeroporto, vai ter voo. Se tiver voo, vai ter gente. Se tiver gente, vai ter consumo. Ponto.

    5) Quando cito o valor maior a ser pago no Salgado Filho, me refiro às desapropriações para ampliações de maior porte. Essa ampliação da pista vai sair quase de graça. Isso sem contar que o BIG ficando onde está, a pista será rampeada. Mais custo. Mais aonda seria se tiovessem que tirá-lo de lá.

    6) Nosso aeroporto hoje tem tudo o que precisamos. Até espaço para mais alguma ampliação. Mas não é o aerporto do futuro. Precisaremos sim de um segundo aeroporto.

    7) Se tu olhares apenas para as imagens do Google Earth, verás grandes áreas desocupadas “próximas” ao nosso aeródromo. Acontece que essas áreas são privadas e já têm projetos aprovados e estão em vias de execução. Sei disso por trabalhar com eles. É preciso muito mais conhecimento que uma simples olhada do Google Earth…

  20. Rita permalink
    20/03/2012 20:57

    Eu acho interessante um novo aeroporto dentro da região metropolitana, tal como São Paulo e Rio de Janeiro que possuem 2 aeroportos próximos. No entanto, fica uma pergunta: para justificar a construção de um novo aeroporto, teria que o atual (Salgado Filho) estivesse com sua infraestrutura completamente ampliada e a capacidade esgotada. Será que é pertinente essa obra? E não pense que não apóio essa construção, muito pelo contrário…Tanto que gostaria de saber como posso obter informações para locar um espaço para comércio no futuro aeroporto, visto que no Salgado Filho não há mais lojas.

  21. kimberli permalink
    23/08/2013 19:29

    Pessoas vão ter que se retirar de suas terras para a construção desta obra, e isso é muito ruin, pessoas que tem familia,que passaram tantos e tantos anos construindo suas casas, plantado nessas terras. Escolas vão ser destruídas e os jovens que moram nessa região? Será que vocês não pensam em ninguém, são tão egoístas a ponto de pensarem apenas no dinheiro que os grandões vão estar ganhando com isso?
    Ainda disseram que não vão indenizar as terras de quem mora nessa grande área! Isso é absurdo, sei que é dificil negociar com os grandões,pois não pensam nas outras pessoas. Más isto não pode ficar assim, vamos lutar para que este aéroporto não prejudique quem mora nestas áreas, e que indenizem até o último centavo, pois que mora nestas áreas não quer nem um pouco sair dali.

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 5.569 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: